Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil

Quem passou pela vida em branca nuvem/ E em plácido repouso adormeceu;/ Quem não sentiu o frio da desgraça,/ Quem passou pela vida e não sofreu,/ Foi espectro de homem - não foi homem,/ Só passou pela vida - não viveu. (Francisco Otaviano)

7.5.07

Soneto do Amor Infantil

Perdi o controle do pulso
Das pernas que tremelicam
Dos sonhos em que te expulso
Da cama, do meu, do livro

Como também perdi tudo
Que, dentro de mim, guardava:
Um amor tão vivo e bruto
Que julgo não nos ser nada

Perdi a memória do corpo:
Dos poros que exploramos
Daquele beijo em meu olho

E o rumo sem esperança
Dum futuro ainda fosco,
Como o de duas crianças

1 Comments:

Anonymous guarda-chuva said...

Liiiiiiiiiindo esse!!... Muito mesmo. E entendi tudo!

21:16  

Postar um comentário

<< Home