Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil

Quem passou pela vida em branca nuvem/ E em plácido repouso adormeceu;/ Quem não sentiu o frio da desgraça,/ Quem passou pela vida e não sofreu,/ Foi espectro de homem - não foi homem,/ Só passou pela vida - não viveu. (Francisco Otaviano)

22.7.08

Definhado

A pele da moça, fina,
feito um camafeu de porcelana.
A febre vaga de lamparina
na escuridão por trás da flama.
O espelho e o castiçal;
a passarada meio branda.
O espasmo de um vendaval,
à meia-noite, sobre a cama.

E há tudo que em mim resiste,
como num tigre ameaçado,
Observa a presa que definha
e foge deixando a alma como rastro.

1 Comments:

Blogger arte com menta said...

"Definhado" marca uma nova era:
tempo de colecionar camafeus.

muito bom, dani!

16:50  

Postar um comentário

<< Home