Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil

Quem passou pela vida em branca nuvem/ E em plácido repouso adormeceu;/ Quem não sentiu o frio da desgraça,/ Quem passou pela vida e não sofreu,/ Foi espectro de homem - não foi homem,/ Só passou pela vida - não viveu. (Francisco Otaviano)

15.9.09

Abracadabra

Menina lavava o rosto no igarapé,
Como se fizesse, às águas, cafuné.
Numa canoa arredia, feito buscapé,
Vai-se embora feito arara-canindé.

Menina aguava os olhos de meu rosto,
Como se fizesse, às mágoas, alvoroço.
Lança um beijo numa calma de dar gosto,
Vai-se embora feito onça atrás do coito.

Menina afiava as mãos na pedra,
Como se fizesse, à lótus, aquarela.
Enche um riso como um fruto de quimera,
Abracadabra: vai-se embora e cá me leva!

8 Comments:

Blogger Fabiana said...

ADOREI o abracadabra!!!

10:43  
Blogger . fina flor . said...

daria um lindo sambinha, querido, pude ouvir até a melodia ;o)

beijos e bom fim de semana

MM.

01:20  
Blogger Carlos said...

Acabei de apreciar a beleza e harmonia dos escritos em setembro.
Só tenho que parabenizar - Sucesso.
bj - chlb

07:02  
Blogger Bárbara said...

Oba!
Que alegria conhecer tão grande poeta!
Teus versos são lindos!
Beijos!

08:46  
Blogger Tânia Matos said...

achei esse tão bonito.

05:53  
Blogger Carlos said...

Sou leigo para dizer...mas volto a falar deste poema; merece um prêmio!

09:58  
Blogger Renata de Aragão Lopes said...

Lindo e musical...

Um beijo,
doce de lira

13:03  
Blogger bianca said...

carambolas doces! coisa mais linda isso aqui. fui ler dani calazans e achei seu link no blogue dela- feliz.

20:31  

Postar um comentário

<< Home