Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil

Quem passou pela vida em branca nuvem/ E em plácido repouso adormeceu;/ Quem não sentiu o frio da desgraça,/ Quem passou pela vida e não sofreu,/ Foi espectro de homem - não foi homem,/ Só passou pela vida - não viveu. (Francisco Otaviano)

9.9.09

Introspectivo

Até onde vou, não saio de casa.
Preciso das cortinas escancaradas
e das portas pra rua, fechadas.
Preciso dum momento só,
em trânsito constante das mágoas.
Tenho sede de viver poeta
muito mais que de beber água.
E até onde sei,
meu poema não sai nunca de casa.

2 Comments:

Blogger Clauky Boom said...

meu poema andará sair por aí... encontro ele nas esquinas, nos bares e até mesmo pelos banheiros dos botecos. Mas eu hoje, to querendo mesmo ficar do lado de dentro. Estou na toca, e a palavra está me fazendo companhia nesse instante-casulo.

18:25  
Blogger Vanessa said...

Como diria Macy Gray - A moment to myself...

18:00  

Postar um comentário

<< Home