Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil

Quem passou pela vida em branca nuvem/ E em plácido repouso adormeceu;/ Quem não sentiu o frio da desgraça,/ Quem passou pela vida e não sofreu,/ Foi espectro de homem - não foi homem,/ Só passou pela vida - não viveu. (Francisco Otaviano)

31.1.09

Giro

Giro tanto, que entonto.
Meus pés se trocam
Mal tocando o chão.
Seguindo uma linha,
De ponto a ponto.

Girando, me desencontro.
E me desloco do eixo,
Quando num momento me fecho
A tutto nel mondo.

Acabo que me encontro.
Teus olhos afronto
Na fixa imagem de um sonho
De veraneio.

Procuro-te tanto,
Que te acho,
Dentro e fora de mim mesmo.
E, pra tudo que vejo,
nunca estou pronto.

1 Comments:

Anonymous Marcela said...

Legal o poema. bjs

14:59  

Postar um comentário

<< Home