Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil

Quem passou pela vida em branca nuvem/ E em plácido repouso adormeceu;/ Quem não sentiu o frio da desgraça,/ Quem passou pela vida e não sofreu,/ Foi espectro de homem - não foi homem,/ Só passou pela vida - não viveu. (Francisco Otaviano)

29.7.07

Canecão

Na platéia,
como tantos outros senhores
que, nem bem como eu, sofrem.
No meio do murmúrio;
lá no centro do salão.
E com as mãos úmidas,
seguro a boca assustada;
meu soluço de saudade lacrimejada
e orgulho do que te guardo
no pote vazio de solidão:
Meu canto de artista sem camarim;
dum violão sem tripas, nem cordas.
É no teu xequerê
e é na alfaia dobrada,
Onde guardo meu choro.
E escondo-me, à tua espera, na coxia do Canecão.

1 Comments:

Blogger dianasan said...

adorei esse! :)

17:12  

Postar um comentário

<< Home